Envolver os emigrantes portugueses no desenvolvimento económico e social de Portugal é agora possível através de duas iniciativas do Governo português, o Concurso 50/50 e o Programa Elevar o Seu Negócio.

Imagem: 50/50

Com o Concurso 50/50, os portugueses podem envolver-se em projectos de necessidades locais com impacto social. Já com o Programa Elevar o Seu Negócio, os empresários emigrados são convidados a reproduzir o seu negócio em Portugal.

No Concurso 50/50, através do apoio a ideias de instituições locais, os emigrantes portugueses podem participar na resolução de problemas sociais, culturais, económicos e ambientais, por exemplo da localidade de onde são originários.

No site do Alto Comissariado para as Migrações (ACM) os emigrantes podem encontrar as iniciativas a financiar e acompanhar a implementação da ideia que apoiam. A participação pode ser feita até 31 de Julho deste ano, de forma individual ou colectiva, num montante máximo de mil euros.

Os emigrantes participam apoiando ideias de instituições locais ao contribuir com 50% do valor para a implementação; os restantes 50% serão atribuídos pelo ACM. “Quebrar com o isolamento vivenciado na terceira idade através do uso das novas tecnologias”, em Tavira, ou “promover a autonomia, a inclusão e a igualdade de alunos com Necessidades Educativas Especiais”, em Aveiro, são duas das muitas iniciativas que podem ser financiadas.

Foto: ACM

O Programa Elevar o Seu Negócio é dedicado aos empresários portugueses da diáspora que queiram ver o seu negócio reproduzido em Portugal, contribuindo para a dinamização da economia portuguesa. A adesão a este programa é apresentada como uma oportunidade para os emigrantes terem ao seu dispor ferramentas que criam as condições necessárias para a reprodução, com sucesso, do seu negócio em Portugal.  Entre as várias ferramentas que o programa disponibiliza está o acompanhamento de um conselheiro de negócios, tendo em vista a promoção e integração no fórum e rede de empresários emigrantes e locais e, adicionalmente, facilitar o acesso aos municípios e demais instituições locais.

A vontade de “contribuir para o investimento no país através da implementação de novos negócios e soluções que geram valor e dinamizam a economia, alargar o negócio a outros mercados, estabelecer novas parcerias comerciais, criar mais postos de trabalhar e gerar a possibilidade de reintegração no país“ são factores que o ACM considera que podem levar empresários a participar no programa.

Mais informações no portal do ACM (www.acm.gov.pt/-/elevador-pt).

 

PUBLICAÇÃO > WORT

 

Recomendar0 RecomendaçõesCategorias: DESTAQUE, LUSOFONIA, LUSOFONIA | Economia, OUTRAS REGIÕES, PORTUGAL, PT | Economia

REDE SOCIAL DA LUSOFONIA | PUBLICAÇÕES DE MEMBROS - EVENTOS - EMPREGO - DIRETÓRIO DE EMPRESAS - IMOBILIÁRIO - FÓRUM

CONTACTO

Não hesite em enviar a sua mensagem! Responderemos por email desde que possível.

Enviando
Translate »
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Criar Conta