Geólogos angolanos descobriram em uma superfície que cobre as províncias de Huila e Cunene um área de 45 mil quilômetros quadrados de granito negro, a maior coberta por esta pedra natural no mundo.

Estes 45 mil quilômetros quadrados equivalem à dimensão de muitos países da Europa, revelou o ministro de Geologia e Minas, Francisco Queiroz.

Explicou que a região tem uma variedade de granito, entre os quais se destaca o negro, e afirmou que antes da independência do país, em 1975, já havia informações sobre sua existência.

O espaço descoberto em território nacional supera o que é até agora considerado o maior do mundo, localizado no Canadá, com quase 20 mil quilômetros quadrados.

Para Queiroz, a descoberta coloca a Angola no mapa das grandes descobertas geológicas. ‘Vamos aumentar a exploração e exportação de nosso granito negro’, enfatizou.

Especialistas do chamado Plano Nacional de Geologia (Planegeo) são responsáveis pelo espaço e na região se preparam as condições para a instalação de um sistema de apoio à produção.

O Planageo é um projeto de âmbito nacional que cobre 1.240.700 quilômetros quadrados.

A iniciativa realizou uma fase de levantamento aerogeofísico com uma cobertura na ordem de 90%.

Segundo Queiroz, trata-se de uma radiografia que permite ver o que está no subsolo e a fase se caracteriza pelo deslocamento dos técnicos sobre o terreno para recolher amostras e levar ao laboratório com o objetivo de avaliar sua qualidade e importância econômica.

REDE SOCIAL DA LUSOFONIA | PUBLICAÇÕES DE MEMBROS - EVENTOS - ANÚNCIOS CLASSIFICADOS - DIRETÓRIO DE EMPRESAS

CONTACTO

Não hesite em enviar a sua mensagem! Responderemos por email desde que possível.

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account