Angola em todo-o-terreno – um grupo de amigos decidiu fazer passeios pelo país em veículos 4×4, percorrem quilómetros, proporcionando, a quem os acompanha, uma viagem por entre paisagens naturais, comunidades locais e experiências plenas de adrenalina.

O ponto de encontro é no Porto de Luanda. Para os membros deste clube de 4×4, os passeios sobre rodas são uma paixão.

“Para nós, o 4×4 é um passatempo, a gente gosta e Angola permite-nos, porque [tem] as condições, é África. Acho que é melhor todos terem o seu 4×4, para que possam viver e ter acesso a estes momentos, a estes locais magníficos”, afirma o líder da viagem, Alfredo Oliveira.

angola em todo-o-terreno 2

Vinte e um veículos participam nesta viagem de 130 quilómetros. Seguem para norte, do porto de Luanda até à foz do rio Onzo, com algumas paragens ao longo do caminho.

O primeiro troço é por estrada. À saída de Luanda, a entrada na província vizinha de Bengo é uma oportunidade para se observar paisagem urbana, rural, e a vida comunitária local.

Para Yuri Maio Guimarães, presidente do grupo Toyota Land Cruisers de Angola, é também um momento para os participantes “se sentirem livres” ao volante de 4×4 e “tirarem partido” de um “país imenso e inexplorado, [que] tem muito para mostrar não só aos angolanos, mas também ao mundo”.

angola em todo-o-terreno 3

Saindo da estrada em direção à costa, há pontos turísticos obrigatórios, como ver as águas do rio Lifune a entrar no mar, do alto da falésia.

O percurso mostra um pouco daquilo o que, para Adelino Chaves, outro dos participantes, é um privilégio.

“Temos a sorte de ter um país que nos oferece mil e uma possibilidades e, sobretudo, variedade. Podemos passar da floresta para o deserto, para o planalto central. Cada lugar tem a sua vegetação e as suas particularidades. Temos a faixa literal, o mar. Temos uma variedade inesgotável”, afirma.

Já na areia, chega o momento de fazer subir a adrenalina.

Mas, nesta experiência, o amor pela natureza une os condutores e todos sabem que não pode ser vivido à custa do ambiente.

angola em todo-o-terreno

“Geralmente quando chego num local, deixo-o sempre mais limpo do que aquilo que encontrei. A gente pode realmente divertir-se, podemos usufruir da natureza, caçar, pescar de uma forma muito mais responsável. Se tivermos essa atitude, quem sabe, talvez daqui a 20 ou 30 anos, os nossos filhos poderão usufruir destes prazeres”, acrescenta Adelino.

Chegar ao destino final, a foz do rio Onzo, pode demorar duas horas, ou ser uma viagem de um dia, se se for a um ritmo mais tranquilo.

A experiência é repetida pelos membros do clube sempre que possível.

“Estamos a menos de 100 quilómetros da capital e podemos desfrutar de um ambiente saudável. Angola está cheia destes sítios. Sempre que podemos, enquanto clube, fazemos estes passeios”, diz Yuri Maio Guimarães.

A experiência, dizem, é para ser partilhada. No final, todos querem dar a conhecer a sua “grande Angola, este belo país”.

 

> Angola em todo-o-terreno

Imagens/ Passeio de 4×4 em Angola – EXPLORE ANGOLA/Euronews
FONTE > EURONEWS

 

> Leia também

Angola Waves, um projecto turístico que nasceu da vontade de partilhar as ondas perfeitas de Angola

Angola Waves, um projecto turístico que nasceu da vontade de partilhar as ondas perfeitas de Angola

Recomendar0 RecomendaçõesCategorias: ANGOLA, AO | Turismo, LUSOFONIA, LUSOFONIA | Turismo

REDE SOCIAL DA LUSOFONIA | PUBLICAÇÕES DE MEMBROS - EVENTOS - EMPREGO - DIRETÓRIO DE EMPRESAS - IMOBILIÁRIO - FÓRUM

CONTACTO

Não hesite em enviar a sua mensagem! Responderemos por email desde que possível.

Enviando
Translate »
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Criar Conta