O Governo de Angola e a multinacional de serviços online e de software Google assinaram uma parceria com vista a melhorar o acesso à Internet no nosso país. Assim, estima-se que a partir de 2018 o acesso e a qualidade de serviço de Internet em Angola registem melhorias significativas.

 

O anúncio foi feito pelo ministro das Telecomunicações e das Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, durante uma palestra sobre “Os desafios do sector das tecnologias de informação e comunicação, oportunidades de serviços/negócios para os estudantes”.

De acordo com o responsável governamental, os cabos de fibra óptica Angola-Brasil-EUA e Inglaterra-Angola, que estão a ser instalados, tornarão o nosso país num ponto de volume de tráfego de Internet em África.

“Com estes cabos, mais o satélite Angosat1, que será lançado no próximo ano, Angola vai poder dar um grande passo ao nível tecnológico e dar maior velocidade aos serviços de telecomunicações”, afirmou, citado pela Angop.

Actualmente, o nosso país conta com 22 mil quilómetros de fibra óptica, 14 milhões de utilizadores de telefonia móvel, 288 mil de rede fixa e mais de 4 milhões com acesso à Internet.

Ainda de acordo com José Carvalho da Rocha, estes números deverão aumentar de forma significativa, contribuindo ao mesmo tempo para o aumento da qualidade de vida dos cidadãos em Angola, bem como para uma melhor prestação dos serviços públicos.

PUBLICAÇÃO > VERANGOLA
0 Comentários

Envie uma Resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

CONTACTO

Não hesite em enviar a sua mensagem! Responderemos por email desde que possível.

Enviando

REDE SOCIAL DA LUSOFONIA | PUBLICAÇÕES DE MEMBROS - EVENTOS - ANÚNCIOS CLASSIFICADOS - DIRETÓRIO DE EMPRESAS

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account