Direitos Humanos com pressão sobre a imprensa em países da CPLP como Angola, Moçambique ou Guiné Equatorial.

O secretário-geral da Amnistia Internacional declarou à agência Lusa que a organização de defesa dos Direitos Humanos «está muito preocupada» com a pressão sobre a imprensa exercida em países da CPLP como Angola, Moçambique ou Guiné Equatorial.

«Estamos a monitorizar Angola muito atentamente. Estamos muito preocupados com Angola [no que toca a pressões sobre os jornalistas].

Também na Guiné Equatorial. Agora temos um escritório em Joanesburgo, que está a monitorizar a situação em Angola e Moçambique de muito mais perto», disse à Lusa Salil Shetty, à margem da Web Summit que decorre em Lisboa.

O mesmo responsável considerou mesmo que as questões relacionadas com a liberdade de imprensa nestes países representa «uma preocupação séria».

/ Lusa

PUBLICAÇÃO > DIÁRIO DIGITAL
0 Comentários

Envie uma Resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

CONTACTO

Não hesite em enviar a sua mensagem! Responderemos por email desde que possível.

Enviando

REDE SOCIAL DA LUSOFONIA | PUBLICAÇÕES DE MEMBROS - EVENTOS - ANÚNCIOS CLASSIFICADOS - DIRETÓRIO DE EMPRESAS

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account